Que o COVID-19 é o assunto do momento nós já sabemos, mas como as empresas devem agir em um momento de alerta em que estamos é que são elas. Por isso, decidimos reunir 10 empresas famosas que utilizaram a criatividade para promover ações diante do período que passamos.

  1. Google: Devido a quantidade de pessoas que começaram a trabalhar remotamente, o Google decidiu liberar gratuitamente ferramentas que podem ajudar essas pessoas no home office. Além disso, o Youtube também está recebendo suporte para a crescente demanda por transmissão ao vivo na plataforma: “Vimos um interesse crescente nas regiões afetadas, pois as pessoas procuram se conectar virtualmente com suas comunidades quando não conseguem fazê-lo pessoalmente.”. (https://www.blog.google/inside-google/company-announcements/coronavirus-covid19-response/)
  2. Microsoft: A Microsoft, assim como o Google, decidiu liberar recursos e ferramentas que contribuem para o home office. A empresa disponibilizará um teste de 6 meses gratuitos do Microsoft Teams, sua plataforma de comunicação e colaboração. (https://docs.microsoft.com/en-us/microsoftteams/e1-trial-license)
  3. Mercado Livre: Talvez uma das ações que ficou mais famosas veio do Mercado Livre. A empresa fez um logo alternativo ao que tinha antes: ao invés de duas mãos se cumprimentando, agora temos dois cotovelos se tocando. Apesar de simples, teve um significado muito forte e um slogan que tem tudo a ver com a situação atual: “Juntos de mãos dadas, ou não.”.
  4. Facebook: O Facebook anunciou que planeja ajudar pequenas empresas com um subsídio de U$ 100 milhões. A doação está prevista para alcançar cerca de 30 mil empresas em mais de 30 países. Além disso, a empresa também disponibilizou uma área que contém informações verificadas pela OMS e outras organizações mundiais sobre o assunto.
  5. Burguer King: A rede de fast food também anunciou uma doação, mas dessa vez será para o SUS. O Burguer King disse que doará parte de sua receita líquida dos sanduíches vendidos para o Sistema Único de Saúde.
  6. Ambev: A Cervejaria Ambev se propôs a produzir 500 mil unidades de álcool em gel para distribuir em hospitais públicos. Os hospitais públicos em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília vão receber 5 mil unidades de álcool em gel cada.
  7. Bing: O buscador Bing criou um mapa interativo que rastreia o Coronavírus no mundo. No mapa, você consegue ver a quantidade de casos ativos, recuperados e fatais ao redor do mundo. (https://bing.com/covid)
  8. 99: Dona da 99 anunciou que fará um fundo especial de U$ 10 milhões para motoristas e entregadores parceiros que forem diagnosticados com o vírus. Além disso, a empresa também criou uma página em seu site com orientações sobre o Coronavírus para motoristas e passageiros.
  9. Adobe: A Adobe oferecerá licença grátis para alunos durante a quarentena do Coronavírus. Os alunos brasileiros que estiverem fazendo EaD, poderão ter acesso ao Creative Cloud, basta a instituição de ensino solicitar à Adobe o acesso ao software. Além disso, a empresa também liberou acesso ao Adobe Connect, aonde os usuários podem participar de conferências e reuniões, treinamentos e etc., direto de casa.
  • Udemy: A plataforma de cursos online liberou 40 cursos gratuitamente da área de programação e tecnologia para as pessoas que desejam ser produtivas e aprender durante a quarentena.